Foto de aeronave de transporte da Força Aérea de Myanmar semelhante a que desapareceu

A Marinha de Myanmar anunciou nesta quinta-feira (8) ter encontrado no Oceano Índico a fuselagem do avião desaparecido e corpos, na véspera. “Encontramos peças do avião acidentado no mar, a 218 quilômetros da cidade de Dawei e alguns corpos esta manhã, às 8h25 (22h55 de quarta, em Brasília)”, informou Naing Lin Zaw porta-voz militar.

Os destroços foram localizados por uma equipe de resgate da Marinha diante da costa de Launglon, no Mar de Andamão, na zona do Oceano Índico ao sul de Mianmar. Os socorristas recuperaram 10 corpos até agora, sendo 6 adultos e 4 crianças.

Uma roda de avião, dois coletes salva-vidas e alguns sacos com roupas também foram encontrados, segundo o Exército.

Um funcionário da aviação civil do aeroporto de Myeik afirmou à agência Reuters que havia 105 pessoas a bordo. Segundo a France Presse, são 90 passageiros, entre militares e seus familiares, e 14 tripulantes. Pelo menos 12 crianças estavam no avião. Pelo menos seis navios da Marinha e três aviões participam de uma missão de busca e resgate de possíveis sobreviventes.

A aeronave, de fabricação chinesa, é um Y-8 200F, entregue às Forças Armadas birmanesas em março de 2016 e com 809 horas de voo. Ela desapareceu do radar apenas meia hora depois de ter decolado. Em fevereiro de 2016, cinco pessoas morreram em um acidente com outro avião militar que voava para Naipydo, a capital de Mianmar.

Entenda o caso:

Um avião militar do Myanmar (antiga Birmânia) que transportava por volta de 116 pessoas desapareceu nesta quarta-feira (7), quando realizava o trajeto entre as cidades de Myeik e Yangón, principal cidade do país. Os primeiros vestígios do aparelho foram encontrados no mar Andamão, segundo afirmou à France Presse um oficial da Força Aérea.

“Perdemos a comunicação de forma repentina ao redor das 1:35 (hora local), quando a aeronave estava a uns 32 quilômetros a oeste da cidade de Dawe, sudeste de Myanmar”, informou o chefe do exército de Myanmar à France Press. Vários barcos e aviões foram enviados para tentar localizar a aeronave, que viajava sobre o mar de Andamão, oceano Índico, quando desapareceu.

Fonte: Diário7