Notícias

Bombeiros trabalham para conter incêndio na Serra do Japi, em SP


O Corpo de Bombeiros tem trabalhado para apagar incêndio que consome a mata na Serra do Japi, na região de Jundiaí, em São Paulo, desde quarta-feira (26). Com o apoio da Divisão Florestal da Guarda Municipal de Jundiaí, os bombeiros construíram um aceiro de 400 metros, e assim foi possível conter uma das frentes do incêndio. A contenção do fogo é feita também com abafadores e bombas de água, já que há dificuldade de acesso ao terreno, que pertence à área da Fazenda Santa Martha.

O aceiro é uma técnica preventiva para quebrar a continuidade do material combustível. São feitas faixas livres de vegetação, expondo o solo e distribuindo através da área florestal, de acordo com as necessidades de proteção.

Segundo a prefeitura de Jundiaí, 10 guardas municipais atuam em apoio ao Corpo de Bombeiros na ação e um caminhão tanque da Divisão Florestal está carregado com mil litros de água pronto para ser utilizado. “Todos os esforços estão sendo empreendidos para a eliminação do foco. Ainda não é possível mensurar a área atingida, porém o local é de difícil acesso, sendo utilizado os equipamentos individuais”, diz a prefeitura em nota.

A prefeitura informou ainda que atua com a Operação Estiagem, que, entre outras iniciativas, conta com equipes de força-tarefa, comandados pela Divisão Florestal da Guarda Municipal e do Corpo de Bombeiros, para o apoiar os combates aos incêndios florestais de grande porte.

A Guarda Municipal de Jundiaí orienta a população a não lançar pontas de cigarro pela janela do carro ao trafegar pelas estradas e rodovias, já que com a baixa umidade, a vegetação seca e pega fogo com facilidade. “Descartar latas de metal, cacos ou garrafas de vidro às margens de ruas e estradas também pode gerar incêndios, pois os materiais se aquecem ao sol dando origem às queimadas”

Por Agência Brasil

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo