Notícias

Hoje é Dia: Saúde e aleitamento materno são destaques da semana


O Dia Nacional da Saúde, celebrado em 5 de agosto é o destaque dessa semana que vai de 30 a 5 de agosto. Este ano o tema ganhou repercussão nacional, com a cientista e pesquisadora Nísia Trindade à frente do Ministério da Saúde, ela que ilustra o quadro Hoje é Dia esta semana. Em notícia publicada pela Agência Brasil, Nísia afirmou que a gestão da saúde será pautada pela ciência. E diversas políticas públicas para o setor foram retomadas, como o plano de valorização das trabalhadoras do SUS – Sistema Único de Saúde, a discussão do financiamento do SUS, o investimento em vacinação, a criação de um Centro de Referência em Saúde Indígena, a recriação do programa Mais Médicos e investimento de R$ 200 milhões em saúde mental.

Ainda falando de saúde, no dia 1º de agosto é celebrado o Dia Mundial do Aleitamento Materno. A amamentação é prática recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e, de acordo com especialistas, muitas doenças crônicas, alergias ou alterações orgânicas podem ser evitadas ou terem os riscos reduzidos graças ao ato de amamentar. Mas a amamentação nem sempre é fácil, principalmente no início, por isso, a Agência Brasil entrevistou a enfermeira pediátrica do Banco de Leite Humano (BLH) do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), Maíra Domingues, para falar sobre as dificuldades comuns no aleitamento materno.

E vale lembrar que diversos bebês dependem de doações de leite humano para se alimentarem e que apoiar campanhas nesse sentido pode salvar vidas.

 

Liberdade

A luta pela liberdade, seja ela qual for, deve ser constante. No dia 30 de julho lembramos do Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU). De acordo com os dados do último Relatório Nacional sobre Tráfico de Pessoas, elaborado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e o Escritório das Nações Unidas para Drogas e Crime (Unodc), 72% das vítimas desse tipo de crime no Brasil é negra.

Para denunciar este tipo de crime basta ligar para o Disque 100 ou o 180,que tem chamadas gratuitas de todo o Brasil. A denúncia também pode ser feita pelo e-mail srtp.cgdihc.dicor@pf.gov.br do Serviço de Repressão ao Tráfico de Pessoas da Polícia Federal. E caso a situação ocorra no exterior, a orientação é buscar a Assistência Consular do Ministério das Relações Exteriores.

Há 35 anos, em 3 de agosto de 1988, a Assembleia Nacional Constituinte votava o trecho da Constituição Federal que colocava fim ao cerceamento das liberdades intelectual e artística de expressão e de imprensa, e punha um ponto final na censura promovida pela Ditadura Militar. Com isso a data ficou marcada como Dia do Fim da Censura no Brasil. Graças à luta de muitos por liberdade, hoje, é possível ler no Artigo 5º da CF: “É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença.”

 

Despedidas

Nesta semana também lembramos a despedida de muitos brasileiros que deixaram suas marcas na cultura. Há 15 anos, em 31 de julho de 2008, nos despedíamos do artista plástico, arquiteto, escultor, pintor, desenhista e mosaicista Athos Bulcão. O artista tem obras espalhadas por igrejas, escolas, hospitais e monumentos principalmente de Brasília, cidade em que trabalhou com Oscar Niemeyer, Lúcio Costa e Bule Marx. Em 2018, ano do centenário de Athos, o Caminhos da Reportagem fez um episódio especial sobre sua vida e obra, ouvindo familiares, amigos e colegas de trabalho.

https://www.youtube.com/watch?v=/KT0qWhMv6fk

Em 8 de janeiro, dia dos atos antidemocráticos em Brasília, ao menos três obras de Athos Bulcão, que fazem parte da arquitetura do Congresso Nacional, foram danificadas.

Em 5 de agosto lembramos também a morte de José Eugênio Soares, o Jô Soares. Em 84 anos de vida, Jô escreveu roteiros para programas de televisão em emissoras como as TVs Continental, Record e Globo. E também atuou em diversos humorísticos, Além disso, deixou uma vasta publicação literária, entre seus romances estão O Xangô de Baker Street, As Esganadas e O Homem que Matou Getúlio Vargas.

Depois de um ataque cardíaco em 1955, o 5 de agosto também será lembrado como o dia da morte de Carmem Miranda. A artista foi celebrada pela Rádio MEC, em 2018, em um especial de seis capítulos apresentados pelo escritor Ruy Castro. 

Brinde

O dia 4 de agosto bem que poderia se chamar Dia da Paixão Nacional, porque é o Dia Internacional da Cerveja. E tanto o consumo, como a produção da bebida tem aumentado no Brasil. No último ano, o setor cervejeiro cresceu 11,6%, de acordo com Anuário da Cerveja, divulgado pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) em junho. O crescimento indica que um em cada oito municípios brasileiros tem, pelo menos, uma cervejaria.

Por Agência Brasil

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo