Notícias

Ministério Público deflagra nova fase da Operação Frisson no ES


O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), com o apoio da Polícia Militar do estado, cumpre nesta terça-feira (13) diversos mandados judiciais em nova fase da Operação Frisson, que investiga organização criminosa constituída para lavagem de ativos. 

Os mandados foram expedidos pelo juízo da 6ª Vara Criminal de Vila Velha atendendo requerimentos do MPES na denúncia criminal oferecida contra oito pessoas envolvidas no esquema. 

Em nota, o MPES informou que a fase consiste no cumprimento seis mandados de prisão, além da busca e apreensão e indisponibilidade de extenso patrimônio dos denunciados, incluindo dezenas de imóveis, avião, helicóptero, iates, veículos de luxo, joias e valores.  

“A investigação iniciou-se em setembro de 2021 e contou com o apoio da Polícia Federal e da Receita Federal. No ano seguinte, foram cumpridos diversos mandados judiciais de busca e apreensão em residências e empresas dos então investigados”, informou o MPES. 

A análise das provas arrecadadas ao longo da investigação, segundo a nota, permitiu identificar uma organização criminosa constituída para a ocultação de bens, direitos e valores obtidos com a exploração do jogo do bicho. 

“Pessoas jurídicas foram constituídas pelos denunciados ao longo dos anos para garantir a ocultação de valores, além de simulações transacionais de bens móveis e imóveis, com reinserção financeira dos valores em nome próprio ou de terceiros laranjas”. 

No total, foi solicitada e deferida judicialmente a restrição sobre 51 imóveis, três embarcações, um avião, um helicóptero, 28 veículos e uma motocicleta.

Por Agência Brasil

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo