Notícias

Prefeitura acolhe mais de 600 pessoas na madrugada fria em São Paulo


Depois de uma madrugada gelada na cidade de São Paulo, principalmente nas regiões mais extremas, com os termômetros das estações meteorológicas automáticas do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura registrando 9,5°C em alguns pontos, 11,8°C na região central e 2,8°C na estação de Engenheiro Marsilac, distrito de Parelheiros, a prefeitura contabilizou 671 encaminhamentos aos serviços de acolhimento da rede socioassistencial e 3.276 cobertores distribuídos às pessoas em situação de rua das 20h de segunda-feira (3) até as 7h desta terça-feira (4).

Segundo a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads), nas tendas de atendimento, montadas em dez pontos estratégicos da cidade, das 18h à meia-noite, foram distribuídos, na noite desta segunda-feira (3), 27.270 itens de alimentação, que incluem sopa, pão, chocolate quente, chá e água, e aplicadas 39 vacinas contra a covid-19 e a Influenza.

As abordagens são feitas pelo Serviço Especializado de Abordagem Social (Seas), via chamados da Central 156, por equipes da Coordenação de Pronto Atendimento Social (CPAS) da Smads, atendimentos das equipes do Ampara SP e nos dias de baixas temperaturas, pelas tendas instaladas em dez pontos da cidade.

A Smads informou que desde o início da Operação Baixas Temperaturas, no dia 30 de abril, até o início da manhã desta terça-feira, foram realizados 274.335 atendimentos, que resultaram em 44.224 acolhimentos. Foram distribuídos até agora 128.173 cobertores, 1.060.835 itens de alimentação e 3.772 doses de vacina contra a Influenza e a covid-19.

Na estação de metrô Pedro II (Linha 3 – Vermelha), o abrigo emergencial foi reaberto e acolheu na noite desta segunda-feira 25 homens e três mulheres, que receberam jantar, ficha para café da manhã no restaurante Bom Prato da 25 de março, além de roupas de frio, meias e toucas enviadas pelo Fundo Social de São Paulo.

Devido à previsão de que as temperaturas fiquem abaixo dos 10ºC na próxima madrugada, a estação será aberta novamente na noite desta terça-feira, para acolher e proteger a população em situação de rua.

De acordo com as informações da Smads, o espaço tem capacidade para abrigar até 100 pessoas por dia, das 19h às 8h da manhã, e será equipado com colchões e cobertores. O abrigo passou por melhorias como pintura nas paredes e foram instaladas camas de campanha para oferecer mais conforto aos acolhidos. As pessoas em situação de rua podem levar seus animais de estimação, mas o abrigo não comporta grandes volumes, como carroças ou carrinhos. Também não é permitida a entrada com bebida alcoólica.

Segundo o governo estadual, o abrigo funciona sempre que a Defesa Civil emite alertas de temperaturas iguais ou menores que 10°C.

Por Agência Brasil

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo